Articular para racionalizar a ajuda 26/03/2019

A preocupação em angariar os materiais mais necessários quer para prestar uma ajuda imediata, quer para o plano da intervenção dos próximos 6 meses, foi acompanhada desde o início, pela preocupação em fazer chegar os materiais à população, que continuava isolada, banhada pelas águas do rio Lucite e vítima da queda da ponte que ligava a povoação ao resto da província.

Uma vez que a urgência não calava e havia a garantia de capacidade de armazenamento no Chimoio pela diocese em parceria com a Universidade Católica de Moçambique (a pouco menos de 150 kms do Dombe), o plano de operações seria para manter, mesmo que a estrada teimasse em não retomar o seu curso. Em Pemba, fomos contactados pelo ACT que havia recolhido materiais para o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), que assumiu a falta de meios para os fazer chegar ao destino. Decidiram doar o material à Helpo ao tomarem conhecimento da agilização do transporte para o Dombe, e este encheu boa parte do camião de 16 toneladas disponibilizado gratuitamente pela Construsoyo à Helpo, para fazer o transporte até Nampula. Esta articulação com o INGC é fundamental, assim como a articulação com a embaixada portuguesa, em Maputo, e com a plataforma Cyclone Idai response, que procura centralizar a informação acerca da resposta a ser dada por centenas de organizações a quase 2 milhões de pessoas. Dia 26 foi o dia de oficializar esta articulação com o preenchimento do mar de formulários que há para analisar, e com a prestação das devidas informações acerca da ajuda que é prestada a quem, por quem, onde e de que forma. Só esta articulação pode permitir racionalizar os recursos sem duplicar os apoios, bem como responsabilizar os intervenientes por quaisquer ações empreendidas. As boas e as menos boas. A salvaguarda da segurança e dignidade das pessoas, bem como a garantia de que os recursos são aplicados da melhor forma possível e naquilo que é de facto necessário, são preocupações sem tamanho, neste tipo de situação. Esta articulação dá também força às organizações por aumentar o impacto das suas ações através de uma complementaridade que não só faz sentido como é essencial.

O dia 26 foi apenas o início da entrada numa máquina gigantesca, que pode nem sempre funcionar com a agilidade ou eficiência esperadas, mas que é absolutamente fulcral respeitar. E depois deste dia, viriam todos os outros!#Idai

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s