A equipa parte por terra 31/03/2019

Inês, Florêncio, Margarida, Liliana, Hélia e Asmy são os nomes dos colaboradores da equipa que se fizeram à estrada às 8:30h, com hora marcada para chegar a Caia, onde seria preciso pernoitar. Destes, a Margarida, a Liliana e a Hélia, ficarão de forma permanente no centro de operações, onde trabalharão a partir do Hospital do Dombe a partir do dia 2/04/2019.

Os dois carros que empreenderam esta viagem levam mantimentos para a equipa e para as missionárias, de forma a não representarmos um peso na gestão da casa da missão. O nosso objetivo é aligeirar o peso e de forma nenhuma, acrescentar entropias a um dia-a-dia já de si virado do avesso. Os carros levam também técnicos experientes e motivados. Três moçambicanos e três portugueses com muito trabalho em África na bagagem! A viagem é longa e acompanhada de uma enorme amálgama de emoções. Algumas desconhecidas. Para trás ficam as famílias, preocupadas e expectantes; as agendas com compromissos que não virão a realizar-se, pelo menos nos próximos meses; as comunicações fluidas e o conforto de tudo aquilo que nos rodeia e ao qual podemos chamar de nosso. Mas à nossa frente, à frente desta equipa, está a oportunidade de colocar o seu tempo e os seus conhecimentos ao serviço de quem realmente precisa e de fazer a diferença entre a doença e a saúde, entre a vida e a morte!

A missão começa com a data de partida da equipa, com um planeamento concreto, com um orçamento estipulado e com muitas, muitas interrogações.

Do lado de cá, a ilha do Faial mobiliza-se inteira para a realização das tradicionais Sopas do Espírito Santo. Este ano, de olhos postos na possibilidade de ajudar as vítimas do Idai, as mesas e cadeiras parecem poucas para a quantidade de pessoas que quer pagar bilhete para comer e com isso ajudar, através da Helpo, a população do Dombe.

As ações de solidariedade multiplicam-se e as necessidades no terreno também. O nível das águas baixa calmamente e deixa atrás de si a malária, a cólera, os campos com as colheitas que não chegarão a ser feitas, os corpos enlameados de quem vai deixar de engrossar a lista dos desaparecidos para constar de uma lista mais triste e irremediável.#Idai

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s