Testemunhos de longe, aqui tão perto 6/04/2019

De manhã estivemos a fazer rastreio de nutrição no reassentamento do Dombe. Fizemos 109 avaliações a crianças menores de cinco anos e mulheres grávidas e lactantes. Desse trabalho resultou a sinalização de 4 casos de desnutrição aguda, um deles em grau severo que foi levado ao hospital: uma menina acompanhada pela avó, que estimou a sua idade em menos de dois anos (os boletins de saúde também se perderam nas cheias, e é difícil confirmar estas informações). O estado da menina não denunciava nada de bom: diarreia, vómitos e uma anemia severa visível a olho nu, tal era a palidez da conjuntiva. Já no hospital, o teste da malária deu positivo…
Enquanto isso, o Florêncio (colaborador da Helpo na equipa de Pemba que está dedicado a esta missão por estes dias), ficou a ajudar a equipa liderada pela Irmã Maria Teresa, na preparação dos kits para distribuir à população.
Estivemos nas margens do rio para entregar esses kits às 22 famílias que estão do lado de lá, em Massongo. A carga vai nas cascas das árvores que se transformaram em barcos improvisados, e lentamente… lá chega ao outro lado. E as pessoas que também querem atravessar esperam horas na fila. Os kits que entregamos são compostos por arroz, farinha de milho, feijão, óleo, sal, açúcar. E ainda sabão azul e sabonete para higiene pessoal. À parte, são também entregues sacos com roupa.
A realidade é arrepiante: trouxemos hoje 3 crianças para o hospital, porque no seu estado de saúde não poderiam estar noutro sítio.
Hoje estivemos num local onde se avista a outra margem do rio, onde ainda não chegou a equipa médica, ao fim de todos estes dias. Há muita gente com malária, dizem as pessoas. Muita gente entregue a si própria, enquanto as circunstâncias não permitem contrariar o que se vê e ouve…
Acabámos de chegar agora, com um menino em estado muito, muito SEVERO… Que trouxemos do outro lado do rio (O Obede tem 14 meses e pesa 2.825kg). O enfermeiro de serviço no banco de urgência foi almoçar, o médico, único no distrito, não está, mas já lhe telefonamos e estamos à espera…
Margarida Lopes, nutricionista, chefe da missão de emergência da Helpo #Idai

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s