Uma normalidade cheia de faltas 13/04/2019

Um sábado de trabalho no Centro de Acomodação de Macocoe. O tempo não pára e é urgente que a triagem nutricional chegue a todos os centros de acomodação o mais rápido possível.
Num dia de chuva, como o de hoje, custa ainda mais ver de perto as condições em que a população está a (sobre)viver, passado praticamente um mês depois do ciclone.
A comida vai chegando aos poucos.
“Recebemos a semana passada. Ainda tenho!” – diz uma das mulheres grávidas que identificamos com desnutrição.
– E com essa comida, faz quantas refeições por dia?
Responde, na língua local, a olhar para o chão. O Sr. Gabriel, ajuda a traduzir e eu fico a perceber, aquilo que já tinha lido naquele baixar da cabeça, que a comida chega para duas refeições por dia: matabicho e jantar.
Com cinco filhos, esta mulher espera a sexta sorte. É assim que aqui chamam aos herdeiros.
Queixa-se que não têm água, e apesar de ontem alguém ter vindo dar roupa, não chegou nada para o bebê.
“Perdi tudo. Não tenho camisola, nem fralda”. Foram estas as palavras que, no fim da entrega dos suplementos nutricionais, me soaram aos ouvidos como mais um pedido de socorro.
São 1143 pessoas que constituem 204 famílias que partilham lonas transformadas em tendas, num lugar que era mato e que passou a ser um povoado à força.
Quatro horas depois, foi bom ter deixado Macocoe para trás, com 137 crianças menores de cinco anos e 41 mulheres grávidas ou a amamentar, rastreadas pelas três nutricionistas da Helpo e observadas pelo técnico de medicina preventiva Zacarias.
Trouxemos na lista, mais 7 casos de desnutrição aguda que vão precisar de tratamento diário.
Estes 7 têm agora um nome e uma cara a quem não queremos perder o rasto. A quem vamos assegurar alimentação, roupa, utensílios de cozinha, desinfetante de água, suplementos para o tratamento da desnutrição e, seguramente, um acompanhamento constante que só por si trará ânimo.
Regressamos ao nosso lar (doce lar!) antes do cair da noite, o que já não acontecia há quatro dias e conseguimos jantar em família,  dividindo gargalhadas com as Irmãs. #Idai

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s